sábado, 27 de junho de 2009

All-Star Superman: Uma história que já nasceu clássica


A linha All-Star, da DC Comics, tem como objetivo deixar que grandes nomes dos quadrinhos escrevam histórias para os mais famosos personagens da editora, sem se preocuparem com a cronologia oficial. E foi com essa liberdade criativa que o roteirista Grant Morrison e o desenhista Frank Quitely produziram uma das melhores histórias do Superman nos últimos 10 anos.

A história, contada ao longo de 12 edições, começa com o Dr. Leo Quintum e a equipe PROJECT explorando o sol, porém, a expedição é sabotada por um clone de Lex Luhto
r. É claro que o Superman salva o dia e Luthor é preso, graças a um artigo escrito por Clark Kent. Acontece que o plano de Lex estava apenas começando: ao chegar tão perto do sol, o Superman absorve muita radiação do sol amarelo, o que triplica seus poderes. Mas a notícia não é boa como parece, o Dr. Quintum descobre que toda essa energia extra fez com que o Superman tenha apenas mais um ano de vida.

E é aí que a história começa pra valer, o Superman resolve realizar o máximos de tarefas antes de morrer. Em uma das edições, ele conta o segredo da sua identidade secreta para Lois Lane e ainda dá de presente pra ela um soro que lhe dá poderes durante 24 horas. Juntos eles salvam metrópolis do ataque de um monstro. E isso é apenas o começo da saga. Uma das edições mais belas é uma em que o Superman impede que um adolescente deprimido pule do alto de um prédio, mostrando que não existe tarefa pequena demais para o homem de aço. O mais interessante é que ele poderia simplesmente salvar o garoto depois que o mesmo pulasse, mas ao invés disso, o Superman o convence de que a vida dele é muito importante no mundo.

Outra edição que merece destaque é a que mostra Clark Kent ainda adolescente, tentando decidir se deve se mudar ou não para Metrópolis. Nessa emocionante história, Morrison mostra como era a vida de Clark na fazenda em Smallville, mostrando personagens como Lana Lang e Pete Ross. É nessa história que Jonathan Kent acaba morrendo e Clark se culpa por isso. Um monstro está atacando Smallville e, com a ajuda de três Supermen do futuro, o jovem Superman consegue derrotá-lo. Mas o preço é alto demais. Ao enfrentar o tal monstro, o Superman perde 3 segundos da vida dele e é justamente nesses 3 segundos que Jonathan tem um ataque cardíaco e morre.

Mas é na última edição da saga que Grant Morrison mostra toda a sua genialidade. Ele junta todas as pontas do que foi apresentado até ali e encerra a história com chave de ouro. A edição começa com o Superman morto e conversando com Jor-El, que explica que os kryptonianos se transformam em energia solar quando morrem. Nesse momento. o Superman deve fazer uma escolha: ir com Jor-El ou voltar e salvar o planeta uma última vez, já que Lex Luthor está com os poderes do Superman. É óbvio que o azulão resolve voltar e, mesmo enfraquecido, enfrenta o vilão. Mas mesmo com a derrota de Luthor, os problemas não estavam resolvidos, pois ele havia se unido a Solaris, o sol tirano.

Super
man consegue derrotar Solaris, mas era tarde demais para salvar o sol. A única solução é tentar repará-lo. É então que o homem de aço declara todo seu amor a Lois Lane e voa direto para o centro do sol. Superman salvou o dia uma última vez. Um ano se passa e um memorial foi construído em homenagem ao Superman. Jimmy Olsen diz para Lois que ela tem que aceitar que o Superman morreu. Porém, ela acredita que o homem de aço ainda está vivo e tentando construir uma máquina para que o sol possa voltar a funcionar sozinho. E é nesta parte que vemos realmente o diferencial que faz um bom desenhista. A página seguinte mostra um desenho de página inteira, com Superman bem no centro do sol construindo algum tipo de máquina. A edição se encerra com o Dr. Quintum revelando um plano para o caso do Superman nunca mais voltar: ele mostra uma porta gigante com o escudo do Superman, mas no lugar do "S", é o númermo "2" que está dentro dele.

Os mais atentos no universo DC, vão perceber que All-Star Superman está diretamente ligada à saga DC Um Milhão, já que esta saga mostra justamente o retorno do Superman após ficar milênios dentro do sol. E o projeto do Dr. Quintum provav
elmente é o que dá origem à criação da Tropa Superman.

Bom, se você leu tudo até aqui, é porque se interessou por essa brilhante história. Então trate de correr atrás das 12 edições, em lojas especializadas. Elas ainda podem ser encontradas com certa facilidade. Ou pode esperar também a Panini lançar uma coletânea contendo todas as edições, algo que já foi feito pela DC Comics, nos EUA.

PS: A DC também lançou a série All-Star Batman & Robin, the Boy Wonder, com desenhos de Jim Lee, mas até hoje Frank Miller não terminou de escrever a história. Além disso, ela não chega aos pés da fantástica obra criada por Grant Morrison e Frank Quitely.

2 Comentários:

Nana disse...

quando vi o título, pesei que o super estaria de tênis!!!!!!!

Bruno B. disse...

me deu vontade de ter uma edição dessas.
a coletânea do homem-aranha também não faz feio.

Postar um comentário

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO